FANDOM


A Morte é Apenas o Começo ! O Misterioso Filho de Hades
Saint Seiya Renascimento logo
Estréia {{{Estréia}}}
Série Os Cavaleiros do Zodíaco Renascimento
Originalmente 死は唯一の始まりです!ハデスの謎息子
Temporada {{{temp}}}
Número do Episódio
Episódio Anterior Os 3 Juízes do Inferno ! A Visão do Oráculo
Episódio Seguinte O Inferno é Aqui ! O Retorno do Cavaleiro Lendário
Escrito por João Victor Lemes Quintanilha
Dirigido por Caio Absoluto

A Morte é Apenas o Começo ! O Misterioso Filho de Hades é o 6º episódio da série Os Cavaleiros do Zodíaco Renascimento.

Os Cavaleiros estavam em busca de encontrar o Exílio das Almas, onde Atena estava presa. Caio, Zeno e Hermes escalavam o Monte de Efestos. Uma nevoa cobria a visão deles, que tinham somente uma curta estrada por onde caminhar. O quanto mais perto eles chegavam o cheiro de enxofre aumentava.


Caio: Não achava que esta jornada seria tão cansativa.

Zeno: O que esperava? Estamos tentando entrar em uma das fortalezas de Hades.

Hermes: Estou sentindo que alguma coisa de ruim acontecera, o cosmos não flui bem por aqui.

Caio: Só sinto o cheiro pra pacas de enxofre.

Zeno: Talvez estamos perto do rio de lava que a Oráculo nos disse.

Hermes: Acho que não, olhem para isso...




Hermes consegue segurar os outros cavaleiros e os impedir de cair do precipício. Era o fim da estrada, a nevoa se dissipa aos poucos e eles só conseguem encontrar uma cadeia de montanhas.



Zeno: Aqui não tem nada! O Oráculo errou a visão.

Caio: O Oráculo nunca erra...

Hermes: Acho que deixamos alguma coisa passar, mas o que?

Zeno: Caio, o que é isso?

Caio: Uma montanha, duh!

Zeno: Não isso, o amuleto brilhando em seu pescoço.

Caio: Foi o amuleto das almas que a Yoko me deu. Não sei o que esta acontecendo com ele.

Hermes: Talvez ele quer nos mostrar o caminho.



O amuleto das Almas se ergue e aponta para a Montanha de Efestos, só se podia ver rochedos vedando tudo, mas agora eles tinham mais do que certeza que tinham algo ali.



Caio: Eu tive uma idéia, mas saiam de perto.

Zeno: Veja la o que você vai fazer em Caio.



Caio concentra seu cosmo em seus punhos e da um forte soco contra a montanha. O local do impacto congela, e Caio continua ate que ele abrange com o ataque uma boa parte da montanha. Para finalizar ele da um chute que torna aquela parede de gelo milhares de cacos de granizo. Eles vêem uma passagem secreta.



Zeno: Quem diria que a ignorância do Caio seria a resposta.

Caio: Queria ver você fazer melhor então.

Zeno: Se tivesse um amuleto desse eu te garanto.

Hermes: Vamos logo, encontramos o caminho.



Eles entram na passagem e sobre a escuridão da caverna somem pela distancia. Eles ficam sem luz nenhuma quando o amuleto reluz um brilho roxo, ele se torna um guia no meio daquela escuridão.



Zeno: Caio confessa, você ficou caidinho pela Yoko.

Caio: Quem? Eu...

Zeno: Não, o espectro de Thanatos, Duh, claro que é você.

Caio: Fala serio neh cara.

Hermes: Todos nos vimos o jeito que você olhava para ela.

Zeno: Nossa, o cheiro de enxofre agora ficou insuportável.

Hermes: Então eu acho que encontramos a fonte deste incomodo.



Eles saem daquela longa passagem e se deparam com um rio de lava. Avistam uma ponte que atravessava para o outro lado, por mais que fosse arriscado era o único jeito.



Hermes: Vamos por ali!

Zeno: Não, esta muito arriscado.

Caio: Então fique ai, medroso.

Zeno: Vou mostrar a vocês quem é o medroso.



Eles começam a atravessar a ponte. Era como se indicasse que la era o Exílio das Almas. O caminho era moldado com crânios de almas perdidas, se via o sofrimento e o grito delas a cada passo. Mas não era isso que os preocupavam. A lava regurgitava magma fervente a todo momento, e quando eles estavam no meio da ponte o rio começa a se estremecer, o local parecia estar sofrendo um terremoto. Uma onda de lava se ergue contra eles, os cavaleiros se assustam e tentam fugir. Mas quando dão conta vêem um monstro feito de lava escorrente gigante na frente deles.



Caio: Caramba! O que é isso?

Hermes: Deve ser algum dos guardiões de Hades contra invasores no Exílio das Almas.

Zeno: Acho melhor fazermos alguma coisa, acho que ele não tem boas intenções com a gente.

Caio: Cuidado!



Eles se esquivam de um ataque de lava que o guardião usa contra eles. Eles decidem evocar suas armaduras.



Caio: Armadura de Cisne!

Hermes: Armadura de Lobo!

Zeno: Armadura de Pegasus!



Caio: Vamos la!

Hermes: Eu começo. Enchente do Dragão Azul!



Hermes libera potentes jatos pressurizados de suas mãos, que atingem o corpo do guardião e torna seu braço esquerdo rocha. Mas logo em seguida ele quebra seu braço em vários pedaços e se regenera a partir da lava.



Zeno: Ataque legal, mas vamos ver se ele agüenta o meu. Cometa de Pegasus!



O cavaleiro de Pégaso concentra a força de cem meteoros em seu punho formando um imenso cometa e se lança contra o inimigo e em fração de segundos uma enorme pulsante e poderosa bola de cosmo que se parece muito com um cometa surge e acaba abrindo um buraco bem no meio do corpo do guardião. Logo ele se regenera.



Guardião: Tolos, eu não deixarei que saiam daqui.

Caio: Agora ele também fala? Era só o que faltava.

Hermes: Saia daí Caio!



O Guardião envia uma onda de lava contra Caio, que é atingido em cheio. Todos pensam que ele tinha sido atingido, mas vêem Caio são e salvo. Ele havia congelado o magma.



Caio: Você não devia ter feito isso cara, não mesmo. Pó de Diamante!



Caio consegue atingir o Guardião, congelando o seu corpo, mas não funcionava. O poder do inimigo era muito maior e era quase impossível de se vencer. Mas Caio tem uma idéia.



Caio: Ele se regenera muito rápido porque nossos ataques são muito fracos para o seu corpo. Mas se atacarmos juntos conseguiremos o derrotar, vamos fazer isso pessoal!

Hermes: Enchente do Dragão Azul!

Zeno: Cometa de Pégasus!

Caio: Execução Aurora!



Zeno o atinge com seu ataque e faz com que se distraia se regenerando. Logo em seguida Hermes dispara a Enchente do Dragão Azul contra o Guardião e o corpo do mesmo se solidifica e por ultimo Caio usa seu ataque mais poderoso contra o vilão, que acaba sendo congelado. A magma em volta se congela juntamente e acaba criando uma espessa camada de gelo, mas isso não duraria por muito tempo.



Caio: Rápido, vamos. O nosso ataque esta se quebrando!

Hermes: Vamos!



O Guardião se liberta, mas eles já tinham conseguido ir para o outro lado. Caio fica para trás enquanto os outros fogem. O Cavaleiro de Cisne concentra o seu cosmo para usar um de seus ataques.



Zeno: Caio, você vai ser atingido pela lava, vamos logo. Temos que fugir.

Caio: Se não dermos um jeito logo ela vai nos alcançar. Vá que eu dou um jeito.

Zeno: Boa sorte.

Caio: Esquifes de Gelo!



A lava vai em direção ao cavaleiro quando ele usa seu ataque criando uma parede de gelo eterno. Ela contem a lava do Guardião e eles conseguem continuar o caminho. Eles chegam a um lugar muito estranho, havia uma espécie de portal fechado, com o símbolo de Hades em sua frente. Eles sabiam que era o Exílio, mas que de alguma forma tinham que entrar.



Hermes: E agora, o que faremos? É o fim da linha.

Caio: Não podemos desistir agora, não quando chegamos tão longe. Deve ter alguma maneira.

Zeno: Deve existir alguma senha para abrir o portal.

Caio: Mas é claro, a frase que a Yoko me disse. “Que as almas doloridas e transtornadas sejam evocadas para que a dor e o clamor sejam ouvidos fazendo com que a verdade renasça e que as trevas se ergam desencadeando o portão”

Hermes: E então...



Um brilho emerge da brecha do portal e de repente um brilho roxo contorna todos os símbolos que estavam gravados no portal. As palavras conseguiram abrir a porta, e agora eles tinham um caminho a percorrer. Eles viam do outro lado da passagem um lugar escuro, com uma nevoa o encobrindo.



Caio: É agora!



Eles entram no Exílio dos Mortos, ao mesmo momento o portal se fecha e some no meio daquela escuridão. De repente tochas se acendem por um só caminho. E para la que eles vão.



Zeno: Esse lugar esta muito sinistro, acho melhor voltarmos.

Hermes: Se ao menos tivesse um portal ainda, mas esse lugar é como um labirinto. Ele nos leva onde quer.

Caio: Que no caso seria ate Atena ou Hades.

Zeno: Estão ouvindo esses barulhos?

Caio: Não.

Hermes: Que barulhos?

Zeno: Parecem sussurros.



Eles são barrados por algo. Um tornado os cerca, e quando se dão conta vêem vultos e rostos assustados. Eram fantasmas, almas atormentadas que foram enviadas para os aprisionarem e sugarem suas almas por completo.



Hermes: É mais um dos desafios de Hades, mas agora eu não sei o que fazer.

Zeno: Você pode não saber, mas eu sei. Meteoro de Pégasus!



Zeno libera o meteoro de pegasus contra os fantasmas, mas ele atravessa os mesmos e atinge a parede. Os espíritos eram intangíveis.



Hermes: Não tem como ataca-los, e agora?

Caio: Acho que esse é o momento de usar o Amuleto das Almas.

Zeno: Então, o que esta esperando?



Caio retira o amuleto das Almas de seu pescoço e com um brilho reluzente ele faz com que os fantasmas sumam de perto deles.



Zeno: Ae Caio, mandou bem...

Caio: Não me agradeça, agradeça a pedra das almas.

Hermes: E agora, o que fazemos?

Caio: Seguimos em frente.



Enquanto isso mais a frente no Exílio das Almas estavam Hades em sua meditação para concentrar o seu cosmo e estabilizá-lo novamente. Atena estava inconsciente, mas sente o cosmos de seus cavaleiros por perto. Mas ela não era a única.



Jhonny: Parece que temos visitantes.

Jordan: Acho melhor o senhor ir la.

Jhonny: Não, você vai.

Jordan: Mas e o Had...

Jhonny: Isso é um ordem, vá logo antes que eu perca a paciência.



Jordan vai em direção dos Cavaleiros de Atena para os enfrentar.



Jordan: Se acha o tal só porque é filho do chefe, se ele não fosse filho dele eu ensinava uma lição a esse garoto.



O Exílio das Almas parecia um labirinto. Os cavaleiros estavam seguindo o amuleto, mas não tinham nem noção do que tinham que encontrar. Eles vêem uma sombra chegar em direção a eles. Quando se dão conta era o cavaleiro de Hades Jordan de Cobra.



Jordan: Ora, ora. Os capachos de Atena por aqui?

Caio: Jordan!

Zeno: Dessa vez você vai se arrepender de nos enfrentar.

Jordan: ARMADURA DE COBRA! Me provem.

Caio: ARMADURA DE CISNE!

Zeno: ARMADURA DE PEGASO!

Hermes: ARMADURA DE LOBO!



Caio:Aurora Boreal!



Caio libera com um toque de suas mãos juntas diversas cerdas de cristais congelados contra o Cavaleiro de Cobra, que é atingido em cheio.



Jordan: Isso não foi bom. Veneno Mortífero!



Jordan libera um ataque paralizador contra os Cavaleiros de Atena que sobre o efeito do ataque ficam sem se mover, imóveis frente a frente.



Zeno: Temos que fazer algo.

Caio: Não da.

Jordan aproveitando que seus inimigos estavam presos libera vários socos e chutes contra os mesmos. Eles ficam exaustos, e quando o efeito do ataque some caem ao chão.



Hermes: Não desistiremos, Espírito do Grande Lobo!

Jordan: Mas o que?...



Hermes forma um lobo de rochas gigantesco manipulando a terra, e logo em seguida lança o ataque contra Jordan. O lobo agarra o cavaleiro de Hades com sua boca e o joga contra uma parede, que se quebra. Jordan acaba desmaiando.



Zeno: Wow, que ataque foi esse Hermes? Com certeza não quero te deixar nervoso.

Hermes: É isso que acontece quando mexem com meus amigos.

Caio: Acho que não vamos mais ter que procurar por Atena. Pelo visto Hermes conseguiu abrir um atalho para nos.

Zeno: Ótimo. Mas acho melhor entrarmos logo, vejam, ela esta fechando.



Os Cavaleiros passam para o outro lado. Eles vêem a deusa Atena presa sobre correntes encantadas pelo cosmo de Hades, ao lado o deus do Submundo em uma meditação profunda, sendo que ele nem percebeu a presença dos guerreiros. Mas eles vêem um garoto de olhos roxos e com um cabelo totalmente negro ao lado.



Jhonny: Então vocês são os famosos cavaleiros de Atena.

Caio: Com orgulho, mas e você?

Jhonny: Me chamem de Jhonny, ou também quem ira destruir vocês. ARMADURA DE CAO MAIOR!

Hermes: Você possui a lendária armadura de Cão Maior!

Jhonny: Digamos que foi um presente de meu pai. Mas agora vamos à luta, Estrela Sirius!

Caio: Você é filho do Hades!



Jhonny concentra um de seus ataques. Uma estrela se ergue em frente ao seu corpo, logo em seguida começa a girar rapidamente e sobre o sinal da mão do Cavaleiro ela é direcionada contra os Cavaleiros de Atena. Sobre uma alta velocidade ela vai contra eles sendo um golpe quase impossível de se esquivar. Ela acaba atingindo os Cavaleiros e sofrem mais um ataque. Logo em seguida a Estrela Sirius os ataca continuamente ate que some no meio do ar.



Jhonny: Agora sim vocês podem atacarem...

Caio: Ah cara, você me deixou nervoso. Esquifes de Gelo!

Jhonny: Espada do Clamor!



O Semi-Deus evoca uma espada reluzente, com uma pedra das almas em seu cabo. Ela contem o gelo eterno que o Cavaleiro de Cisne jogara contra ele sem sofrer um dano se quer.



Caio: Mas... como você conteve o meu gelo eterno?

Jhonny: Quando se treina tudo é possível. Tempestade de Chamas!



O corpo de Jhonny fica coberto por uma áurea ardente. Ele direciona todo o cosmo de fogo que ele conseguiu concentrar e jogou contra Caio. Uma explosão de cosmos acontece no local, e quando se dão conta vêem Caio sobre um escudo de gelo eterno.



Caio: Dessa vez você não conseguiu destruir meu gelo eterno.

Jhonny: Acontece que eu não quis usar todo o meu poder contra um guerreiro como você, mas se quer assim agora você sentira minha força.



Enquanto isso Zeno e Hermes tentavam liberar Atena do cosmo de Hades. Mas Zeno pisa no selo de concentração no chão criado por Hades, ao mesmo momento o deus se levanta.



Saori: Zeno, Hermes! Tomem cuidado.

Zeno: Estamos bem, não se preocupem!

Hades: Relâmpago Negro!



Um forte relâmpago atinge os dois cavaleiros de bronze que caem desmaiados no chão.



Hades: Eles me tiraram do meu equilíbrio com meu cosmo, mas não faz mal. Eu já tenho tudo que quero, e acho que essa é a hora.



Enquanto isso Caio e Jhonny lutavam incansavelmente, com murros e chutes.



Caio: Por que você tem que ficar do lado do mal? Não sabe o que seu pai quer? Destruir toda a humanidade, destruir algo de que todos nos fazemos partes.

Jhonny: Tolo, acha que eu vou cair em sua conversa? Hades quer purificar o mundo, de uma só vez.

Caio: Me cansei, não vou tentar abrir seus olhos mais.



O Cavaleiro de Cobra, Jordan se levanta lentamente. Ele estava exausto e fraco, mas ainda tinha cosmo para mais um ataque. Ele vê Caio e Jhonny lutando, e mira seu ataque em Caio. Ele concentra toda a sua energia que restava para destruir o cavaleiro.



Jordan: Bote da Serpente!



Uma cobra gigante é formada a partir do cosmos do cavaleiro. Assim como uma serpente verdadeira ela da um bote contra os Cavaleiros, direcionando a Caio. Mas os dois cavaleiros mudam de lado e ela estava prestes a atingir o Jhonny.



Caio: Cuidado!



Caio pula em cima de Jhonny e os dois caem, o momento para se esquivar do ataque. Jordan gastou suas ultimas gotas de força e acabou morrendo, mas na tentativa de destruir um dos cavaleiros acabou criando um elo entre os dois que estava perto de se descobrir. Jhonny se levanta surpreso.



Jhonny: Por que você me salvou? Poderia ter sido a chance de você me derrotar.

Caio: Eu não sei, foi como um instinto. Eu sentia que tinha te salvar. Essa não! Olhe isso. Não, não, não faça isso.



Hades olhava diretamente para Atena, ele iria formar seu plano.



Hades: Naraku no Seiken!

Saori: Hades, não faça isso.

Hades: Tarde de mais!

Caio: Não!!!!!



Hades finca sua espada do mundo dos mortos diretamente no coração de Atena. Antes da deusa morrer ela libera três esferas de energia que entram em Caio, Hermes e Zeno, ela restaura a força total dos três. Ela some no meio do plano astral. Hades tinha a matado.



Hades: Agora não vejo problemas em destruir vocês, cavaleiros. Relâmpago Negro!

Caio: Execução Aurora!



Os dois ataques se colidem e causa uma colisão de cosmos. Caio estava com ódio ao extremo de Hades e queria destrui-lo, mas o deus não via dificuldades em o vencer. Zeno e Hermes se levantam e se unem a Caio enquanto Jhonny olhava os ataques surpreendido com os ataques, ele sabia que se continuasse assim logo os cavaleiros também estariam mortos.



Jhonny: O senhor não fará mais nada de mal contra eles, Fúria do Fogo!



Jhonny libera um cosmo extremo contra seu pai, ele evoca cem cachorros em forma de fogo que se direcionam todos contra Hades. Eles correm em círculos criando um tornado de fogo, que ao mesmo tempo atacava o vilão. Hades no mesmo instante some no meio do cosmo.



Hades: Jhonny...



Caio: Você nos salvou? Por que?

Jhonny: Também senti que foi um instinto. Agora estamos quites.

Caio: Só tenho a dizer obrigado. Mas espere, siga nessa jornada com a gente. Um cavaleiro como você nos ajudaria.

Zeno: Você esta louco Caio? Ele é filho de Hades, o nosso maior inimigo.

Caio: Mas ele traiu o seu pai para nos salvar, quer prova maior do que isso? E então você aceita?

Jhonny: Vocês me aceitariam como um Cavaleiro... de ... Atena? ( fala ainda mais triste que o normal, devido a morte da Deusa)

Hermes: Nesse momento eu acho que toda a ajuda é possível.

Jhonny: Eu aceito.

Zeno: Acho melhor ficarmos de olho nele. Mas o que foi aquilo que Atena nos enviou antes de sua morte? Me revigorou totalmente.

Jhonny: Aquilo que Atena lhes deu foi o oitavo sentido, o Arayashiki.

Hermes: Com ele conseguimos ir ao inferno.

Caio: Quer dizer que vamos ao submundo?


No Próximo Episódio...Editar

Zeno, Caio, Hermes e Johnny entram no inferno, lá encontram Rhamadanthys, Aiacos e Minos, só que eles estavam passando dificuldades para derrota-los, de repente surge Ken de Dragão, filho do Lendário Hyoga, que estava acompanhado do mesmo, não perca o próximo episódio de Os Cavaleiros do Zodíaco Renascimento que será:: O Inferno é Aqui ! O Retorno do Cavaleiro Lendário.